press to zoom

press to zoom

press to zoom

press to zoom
1/3

LUZ NEGRA - 2019

Porto Alegre

Em 1880 em um anúncio de jornal da cidade de São Paulo uma oferta de venda diz: - [“Vende-se, por $1.800,00 uma preta de 30 anos, optima cozinheira…Na rua da Alfândega nº117”.”]

Esse anúncio é um recorte da nossa história passada recente, revela a raiz do racismo e a objetificação do corpo feminino negro.

 

Sobre os anúncios e as propagandas publicitárias que dentro da sociedade pós-moderna ocupa um espaço de grande importância e influência e que modela atitudes e comportamentos do mundo contemporâneo, gostaria de ressaltar, com o neon luminoso, esse tópico com o objetivo de discutir como se estrutura a participação das mulheres negras nos meio de comunicação a fim de uma reflexão sobre a inserção da afrodescendente na publicidade de hoje. 

 

“Luz Negra” é uma peça artística que leva a frase “Uma Mulher Negra Feliz é um Ato Revolucionário” de autoria de Juliana Borges, e oferece uma propaganda otimista para a mulher negra contemporânea.

Confira:

https://gauchazh.clicrbs.com.br/cultura-e-lazer/artes/noticia/2019/11/daniela-kern-quatro-ondas-feministas-em-exposicao-no-farol-santander-ck2otq40c001t01qyjfley4xd.html


https://www.premiopipa.com/2019/10/estrategias-do-feminino-expoe-trabalhos-de-53-artistas-mulheres/